CO(S)MICIDADES: dia 15/10/16, sábado, de 10 às 18:00 (Rua Barão de Guaratiba, 29, Glória)

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Os Bastidores da Era de Aquário e os grandes ciclos

Este texto pertence ao ciclo Civilização em Transição

Autor: Marcelo Baglione

Blog: http://untrgloditanosreinosdeoz.blogspot.com/


Na nossa última palestra, no encontro realizado, nos pautamos no estágio de transição que estamos vivendo: os últimos 210 anos que antecendem o início da Era de Aquário.


De acordo com a filosofia e a cronologia dos sábios hindus, o último décimo de um ciclos impregnará fortemente o próximo ciclo de alfa a ômega. De uma forma bem dinâmica e resumida, falamos destes aspectos em relação ao nascimento dos EUA ou o horóscopo de Independência desta nação, já que há fortes indícios da relação desta com o ciclo de decadência do Império Romano.


Retomaremos, neste próximo encontro, estes aspectos citados, mas, agora, no que diz respeito aos grande ciclos que estão por vir; entre eles, o polêmico ciclo de conjunções de Júpiter-Saturno e os EUA e o mais que atual “eclipse total do Sol em 11 de agosto de 1999” . Que tipo de consciência coletiva (espiritual, científica e política) está sendo gestada na transição da Era de Peixes para a Era de Aquário? Assim como o cristianismo emergiu do moribundo Império Romano, que tipo de consciência humana está sendo plasmada no útero desta Era que está terminando?


Estas perguntas não serão respondidas, no entanto, o debate sobre tais questões nos trarão, certamente, caminhos para interpretarmos melhor os ciclos que se avizinham, bem como a nova humanidade emergente.


É fundamental que toquemos, sempre, na importância de alguns ciclos de grande alcançe planetário e histórico. Portanto, vamos conversar um pouco, também, sobre a mais recente conjunção de Netuno-Plutão, ocorrida no final do século XIX, que apresenta intenso reflexo nos campos do pensamento (filosofia, psicologia) e da ciência. Mas, do mesmo modo, com a mesma intensidade, no campo da espiritualidade, já que este ciclo tem uma relação íntima com o ritimo, com o pulsar da civilização através dos tempos. A ocorrência deste importantíssimo ciclo é de meio milênio ou 500 anos.


Obs: Este ciclo de palestras está baseado em pesquisas e estudos que fiz em torno da obra de Dane Rudhyar, especialmente “Astrologica Timing — The transition to the New Age” e “The Astrological of America´s Destiny — A birth chart for the United Sate of America”.

Nenhum comentário: